quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O meu ano 2015 em revista





☆☆O MELHOR DESTE ANO ☆☆

♡♡ O MEU FILHO
Meu amor maior. Passar todos e cada um destes últimos 365 dias na sua companhia. Sem preço. O melhor do ano e da vida.

♡♡ AMOR
Foi um ano sensacional. Preenchido. Cheio de amor. De muitos bons momentos e de alguns menos bons também. Mas o amor, esse esteve sempre lá.  O amor do marido, o amor incondicional do filho, o amor dessa amiga especial que trago no coração, e o amor de familiares e amigos. Sempre o amor a comandar a minha vida.

☆☆ VIAGENS
Foi ano, à semelhança de outros anos anteriores, de viajar. O que eu gosto de viajar. AMO viajar. O marido habituou - me a estas prendas fantásticas e o certo, confesso, é que quando faço anos ou pelo Natal, não estou à espera de nenhuma outra prenda que não seja isso mesmo : uma viagem.
Este ano juntámos à nossa bagagem de vida, mais dois sonhos concretizados: Amesterdão e Londres.

♡♡ BATIZO DO MEU AMOR MAIOR
Foi um acontecimento muito importante não só neste ano que passou, mas sim na nossa vida.  A entrada na vida cristã do nosso reizinho e toda a festa envolvente ao acontecimento, os amigos todos juntos. Felicidade.

☆☆ MUSICAL REI LEÃO
Sou do tempo de muitos desenhos animados. Gosto de muitos até.  Mas o Rei Leão é o meu preferido. A história,  as músicas,  e o seu significado na minha vida desses tempos idos que me marcaram e deixaram saudades para sempre,  fazem destes desenhos animados o meu preferido. Nos meus anos, deste Setembro de 2015, foi finalmente prenda do meu marido.  As entradas para o grandioso Musical do Rei Leão.  Os desenhos animados da minha vida.  E que dizer. ADOREI.  Um musical fan tás ti co. Lindo. De todos os que já tive a oportunidade de ver, sem dúvida o meu preferido.  A história conhecida de trás para a frente, as músicas mais que cantadas, as danças. ..tudo um sonho vivido. Obrigada meu amor.

♡♡ MADRID
Não posso considerar Madrid uma viagem, porque Madrid é algo diferente.  É algo mais profundo.
Foi também uma surpresa do maridão nos meus anos. E é que voltar aqui depois de 1 ano e 9 meses foi algo bonito mas muito sentido e emotivo. Mas foi dos melhores momentos deste ano que passou sem qualquer sombra de dúvida.

☆☆SAÚDE
Dentro do que cabe, com excepção de uma crise odiosa de enxaquecas,  este foi um ano em que a saúde, graças a Deus esteve do nosso lado cá em casa.


♧♧ O PIOR DESTE ANO♧♧

♧♧FALTA DE TEMPO
Não pensem que é só coisas boas. Para se ter todas essas aí atrás,  é necessário fazer muitos sacrifícios. E de todas as coisas más que poderia enumerar aqui todas se resumem a uma só : a "falta" de um marido e pai [mais] presente. Ele é o melhor de todos.  Sem dúvida.  E aqui não há margem e nem admito qualquer discussão do assunto.
Mas, esse perigoso mas, falta-lhe tempo. Tempo para ser feliz connosco. Tempo para desfrutar de nós e connosco. Tempo para ser feliz e dar felicidade. Tudo o que pedimos, a familia pede ( Nara, Guilherme e eu) é que ao nosso ídolo lhe seja concedido mais tempo para VIVER.

♧♧ ENXAQUECAS
Infelizmente este ano e ao fim de 2 anos desde a ultima vez, fui atacada por crises de enxaqueca. Terríveis. De sofrer imenso ao ponto de não conseguir fazer absolutamente nada. Desgastante.

♧♧ AMIZADE INTERROMPIDA
Não tenho medo da solidão.  Dou-me bem com ela. Também porque nunca estive realmente sozinha. Mas o Luxemburgo pode ser um dos países mais solitários para viver. E agora que fiquei sem a minha  melhor amiga aqui neste país frio, tenho medo desses dias longos e escuros sem a presença dela e dos seus rebentos para nos dar um pouco de alegria diária. Perdê-la para que ela voltasse a ser feliz, foi dos piores momentos deste meu ano de 2015. Porque lhe tenho um carinho enorme e a vi-a como parte da família. Basta - me com saber que está feliz, mas a sua falta, só eu sei como a sinto e vou sentir...


Fontes :
Texto e Fotos : Sandra Pereira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...